InscriƧƵes onlineRenovaƧƵes online Contactos Ala AirSoft
 ALA
 Airsoft
 DocumentaĆ§Ć£o
 Associados
 Regulamentos
 ServiƧos ALA





PorquĆŖ escolher a ALA?
As diversas razƵes pelas quais a ALA serƔ a escolha ideal para si e para o seu futuro como praticante de Airsoft.

Porquê a ALA?

Existem uma série de motivos pelos quais o praticante deverá optar pela ALA em relação a outras potenciais associaƧƵes de promoĆ§Ć£o desportiva:

  • A ALA Ć© a maior manifestaĆ§Ć£o organizada em Portugal contando com mais de 4000 sĆ³cios activos, mais de 30 associaƧƵes vinculadas, com a mais forte componente desportiva e a Ćŗnica associaĆ§Ć£o associada a uma federaĆ§Ć£o internacional de prĆ”ticas desportivas com Airsoft e com poder de voto na EAA (AssociaĆ§Ć£o Europeia de Airsoft).
  • Filiação dos mais importantes clubes nacionais. Todos os clubes de alto relevo no panorama nacional, aquele que deram cartas e contribuiram para o desenvolvimento da prática do Airsoft em Portugal estão vinculados e apoiam e partilham os seus ideais com os da ALA. Para além disso, a existência de todos estes clubes faz reforçar as relações inter-clubísticas, dando origem a provas e competições de alta qualidade, partilha de espaços e recursos, e um reforçado intercâmbio de experiências.
  • Carácter pluri-regionalista, contando com representantes nos quatro cantos do país, não se confinando a uma região. A ALA foi concebida para responder às necessidades específicas de cada região, quer por intermédio de clubes locais, quer pela intervenção directa da própria ALA.
  • Equipa constituída por pessoas competentes e de elevada experiência e sensibilidade. A direcção da ALA, assim com os restantes orgãos sociais contam com voluntários que assistem ao desenrolar da evolução do Airsoft nacional há muitos anos, quer sob a perspectiva lúdica, comercial, social e legal.
  • Apoio ao praticante estrangeiro que pretende jogar em Portugal. A emissão de licenças temporárias é uma realidade para os jogadores que visitam o nosso país no âmbito de encontros ou provas pontuais. A ALA não só lida directamente com os praticantes, mas também como procura estabelecer cada vez mais laços entre clubes e federações de outros países.
  • Um contínuo e incondicional apoio ao praticante qualificado na resolução de problemas directamente ou indirectamente ligados com a prática de Airsoft, no incentivo à concretização de projectos no âmbito do Airsoft e esclarecimento jurídico por advogado credenciado.
  • Uma base de conhecimentos sempre crescente. A ALA toma a iniciativa de ir ao encontro das necessidades dos praticantes, redigindo guias e documentos informativos que procuram auxiliar todos aqueles que procuram o caminho mais correcto. Tudo disponível num moderno e rápido site web, para a comodidade de todos.
  • Para além de uma imagem cuidada e uma postura bem definida, a ALA assenta em princípios evolutivos, olhando para além da regularização legal do praticante. Na ALA não vemos a Lei como um derradeiro fim mas como um glorioso princípio. Temos objectivos claros para futuro, havendo muito trabalho para fazer.

Porquê pagar?

A ideologia do Airsoft gratuito é dos preconceitos mais contestados nos últimos tempos. Por questões naturais de propagação, o Airsoft no início apresentava-se como uma prática elitista e reservada aos que a conheciam. Com a recente explosão de praticantes e entusiastas, o Airsoft viu-se expandido de forma exponencial, reflectindo-se na sua inclusão na Lei 05/2006, na crescente exploração comercial, na formação de clubes e associações, e na intervenção inevitável dos órgãos de comunicação social. O Airsoft, reduzido à sua componente basilar, apresenta-se como um jogo que faz uso de armas que se assemelham em todos os aspectos a uma arma de guerra, salvo o mecanismo de disparo. É portanto uma matéria de alta sensibilidade que pode resultar em distorções da opinião pública quanto às intenções do comum praticante, possuidor de uma arma desta natureza.

Combinando a disseminação do Airsoft pelo território nacional, com todas as características inerentes à pratica que são susceptíveis de serem alvo de alguma controvérsia, surge a necessidade do associativismo, dando justificação a tal fenómeno e garantindo a sobrevivência do mesmo. A AssociaĆ§Ć£o Lusitana de Airsoft tem como objectivo unir todos os praticantes sob uma única bandeira, defendendo-os e criando condições para a prevalência desta modalidade pelos anos vindouros.

Mas a questão coloca-se "Porque não pode ser a Federação grátis ou com valor simbólico?". A resposta é simples: Se a ALA desejasse apenas ira o encontro da legalidade do praticante, não oferecendo qualquer apoio ou atenção, sem ter quaisquer intenções de representar dignamente todos os praticantes nacionais sob qualquer forma, sem pensar na divulgação correcta da modalidade, sem dar a cara quando é realmente necessário, sem criar condições especiais para os novos e futuros praticantes que de tantas condições necessitam para se iniciarem correctamente, sem haver preocupação com a forma como as armas de Softair são utilizadas, sem imaginar a criação de um calendário oficial, regulamentos especiais que procurarão estabelecer um standard, sem exercer esforço na realização de protocolos com empresas e entidades no âmbito de ajudar os clubes na oferta de mais e melhores condições para os seus sócios, e muitas, muitas outras questões, então a resposta é sim, podia.

O seu dinheiro é cuidadosamente empregue nas mais variadas necessidades que o irão beneficiar mais tarde ou mais cedo. Associe-se a um clube e seja mais um elemento activo no Airsoft nacional, pois ser jogador não é suficiente. Nestes casos o individualismo não leva a lado nenhum. É preciso colocar o orgulho de parte e fazer mais e melhor pelo Airsoft em Portugal, e a ALA está cá para isso mesmo e nada mais.

 

NĆŗmero de visualizaƧƵes deste documento: 19921


_________________________________________
voltar | inicio

AssociaĆ§Ć£o Lusitana de Airsoft 2005-2013
A AssociaĆ§Ć£o Lusitana de Airsoft Ć© uma AssociaĆ§Ć£o de PromoĆ§Ć£o Desportiva cuja publicaĆ§Ć£o consta no NĀŗ65 da III SĆ©rie do D.R., a 4/04/2005, sob a denominaĆ§Ć£o de FederaĆ§Ć£o Portuguesa de Airsoft.
ƚltima rectificaĆ§Ć£o estatutĆ”ria a 12/08/2011.
A reproduĆ§Ć£o parcial ou integral desta pĆ”gina web sem o consentimento da AssociaĆ§Ć£o Lusitana de Airsoft, assim como a utilizaĆ§Ć£o do nome e logĆ³tipo oficial, estĆ” expressamente proĆ­bida.